Nem tudo é magia nos parques de Orlando

Nem tudo é magia nos parques de Orlando

Você sabia que nos parques de Orlando e região existe um “mercado negro de guias” que ajudam famílias a se locomoverem mais rápido nas filas das atrações?

Por cerca de $130 dólares a diária é possível contratar um guia que utiliza cadeiras de roda motorizada, alegando que é deficiente físico. Desta forma ele tem prioridade em todas as atrações e pode levar junto pelo menos 05 acompanhantes.

Existem outros casos ainda mais chocantes, como de algumas mães que mentem para os funcionários do parque dizendo que seus filhos tem deficiência para ganhar acesso especial.

Um funcionário de um parque famoso na região disse que certa vez, um pai conseguiu atestado médico para seu filho de 11 anos que é portador de TDAH ( um transtorno neurobiológico). O objetivo dele era conseguir um passe especial dentro dos parques da Disney e vender para outras pessoas que queiram visitar os parques e aproveitar as principais atrações sem filas.


Utilizar de informações falsas para driblar as longas filas nos Estados Unidos não é novidade, infelizmente. Uma história recente do Wall Street Journal documentou a tendência de viajantes solicitando o uso de cadeiras de rodas que são oferecidas como cortesia em aeroportos para utilizar a técnica de furar filas de check in e embarque.


É lamentável que algumas pessoas utilizem destes recursos para levarem vantagem. Os funcionários de todos os parques recebem treinamentos especiais para atender portadores de necessidades especiais, como podemos ver no vídeo abaixo:


Curta nossa Página Oficial no Facebook, siga nossa conta no Twitter e receba diariamente as últimas noticias e novidades sobre a cidade de Orlando e seus parques.

Comentários

Author: Carlos Carvalho

Criador e administrador do site Parques de Orlando. Desde 2012 informando diariamente as principais noticias sobre a cidade de Orlando e seus parques.

Share This Post On